quarta-feira, setembro 12, 2007

Divulguem-me!

Estou deprimida...
Este blog nunca foi divulgado nem comentado pelos orgãos de comunicação social. A minha questão agora é: qual a forma mais rápida e eficiente de o tornar famoso?
Pondero... Insultar o Primeiro-Ministro, nomeadamente as suas habilitações literárias ou assinar com um nome de um qualquer pseudo-intelectual reconhecidamente idiota?
Era nesta altura que eu fazia uma piada em que evocava sua Excelência, o pior ex-líder do PSD, pior ex-Presidente da Câmara Municipal de Lisboa e pior ex-Primeiro-Ministro da República Portuguesa, Pedro Santana Lopes. Mas não teria piada nenhuma porque já toda a gente gozou com ele e o indivíduo tem de facto um blog que eu nunca teria a audácia de plagiar.
Abordar o tema da licenciatura do Zé Sócrates também não funciona porque já toda a gente falou sobre isso e só um professor qualquer do Norte é que conseguiu tempo de antena à custa disso. É um tema esgotado...
Acho que vou passar a assinar os posts com um nome sugestivo e pomposo.
É que, para quem ainda não reparou, informo que está na moda utilizar um nome próprio e dois apelidos, preferencialmente ligados por de ou e.
E se isso resulta para embelezar cartões de crédito, e-mails e outras coisas que tais, não funciona no desporto... Vejamos, não conheço nenhum futebolista que assine com dois apelidos. Deve ser por não caber na camisola...
No entanto, reparei este fim-de-semana que na nossa Selecção de rugby, jogou um Lobo com um apelido composto: Duarte Cardoso Pinto. O nome é bonito, sim senhor. Mas não é o único porque também lá há um Miguel Portela de Morais. Lá está o de, repararam?
É nestes pequenos pormenores que se nota que o rugby é claramente um desporto de elites.
O único problema é que reparei na dificuldade dos comentadores em relatar as jogadas em que Duarte Cardoso Pinto estava envolvido... Bola para Duarte Cardoso (ele entretanto passa a bola) Pinto. Não, a bola já não estava com Duarte Cardoso Pinto. Enquanto o comentador dizia Pinto já estavam uns quantos escoceses em cima do rapaz (que por acaso até é do fantástico clube da minha antiga faculdade) ou já ele tinha passado a bola para um dos Uva, por exemplo.
De facto, apelidos compostos em relatos desportivos é contra-producente!
Mas boa sorte para os Lobos que nos orgulham MUITO.

Com um remate de post tão simpático, merecia mesmo ter o blog divulgado na Comunicação Social!

2 comentários:

barcelence disse...

Olha, descobri-te ontem e ainda não parei de ler em catadupa e de rir à gargalhada, por isso admira-me a pouca divulgação. Apetece-me comentar em quase todos os posts e este foi o primeiro. Se eu comentar em todos os posts que quero, quem te visitar há -de pensar que tens uma fã maluca ( o que não foge à verdade, portanto ;)). Vá, "continuação".

Inês Oliveira disse...

Ena pá! Grande incentivo! Obrigada pela motivação para continuar a escrever disparates. Afinal não e só a minha mãe que aqui vem :)