quinta-feira, setembro 08, 2011

Medidas do governo que visam promover a abstinência

Vacinas e pílulas contraceptivas sem comparticipação significa que um dos métodos contraceptivos mais utilizados vai ficar mais caro.

A vacina contra o cancro do colo do útero está incluída.


Os medicamentos antiasmáticos e broncodilatadores também.
Conclusão: Em teoria, o facto da pílula estar mais cara faria reduzir a actividade sexual o que faria com que a vacina contra o cancro do colo do útero não fosse tão necessária e reduziria um grande número de ataques de asma. Isto apenas em teoria. Na prática, o aumento do preço da pílula vai aumentar o número de abortos, o aumento do preço da vacina contra o cancro do colo do útero vai aumentar o número de cancros deste tipo e o aumento do preço dos medicamentos antiasmáticos e broncodilatadores vai aumentar o número de ataques de asma. Brilhante!

Das duas uma, ou o Governo fez um pacto com o Vaticano para a promoção da abstinência ou vacinas e pílulas contraceptivas sem comparticipação traduzir-se-ão num potencial aumento da despesa do Estado!

Como temos o Governo mais nerd de sempre, não se enganariam ao ponto de tomar uma medida contra-producente pelo que é oficial: o nosso Governo é puritano e a culpa é... da Assunção Cristas que levou o padre da freguesia às reuniões do Conselho de Ministros.

Sem comentários: