sábado, agosto 30, 2014

Tiros nos pés nas redes sociais

As redes sociais têm de ser bem geridas. Quer seja o nosso Facebook pessoal quer seja o Facebook da nossa empresa.
Não queremos que o nossos chefe ou potenciais empregadores vejam aquelas fotos da festa em que apanhámos uma bebedeira tão grande que acabámos a orar ao Deus de porcelana.
Também é capaz de não dar bom aspecto fazer publicações públicas daquelas frases cheias de rancor, ressentimento e má pontuação tipo: "Aquele que fala mal de mim para você. Fala mal de você para outros." Além de passarem por analfabetos, não vos favorece na área da inteligência. Um mural cheio destas pérolas e de selfies passa a mesma imagem que umas leggings à Bettlejuice, com um top decotado e sapatinho de salto alto: demasiada informação mas nada que se aproveite.
Para as empresas, isto ainda é mais importante e, se usam as redes sociais para se promoverem, é melhor que restrinjam as publicações no mural ou não entrem sequer nas redes sociais. Vou dar um exemplo: estava a pensar ir experimentar o Restaurante Happy Days em Cascais. Fui à página deles no Facebook e vi más críticas por aumentarem os preços de alguns produtos para o dobro. Achei feio e não fui lá.
Mas o contrário também acontece. Quando estava a escolher um hotel em Paris fui ao Facebook de um dos hotéis e as publicações na página eram tão boas que acabei por reservar esse mesmo hotel e no próprio Facebook.
Resumindo e concluindo, se o vosso Facebook só vos enterra, é melhor reconsiderarem.

Sem comentários: