sábado, novembro 15, 2014

Lisboa já tem uma Chinatown

Como toda a gente sabe, todas as cidades grandes metrópoles do Mundo têm uma Chinatown: New York, Montreal, Londres, Melbourne, Paris, Joanesburgo, São Paulo, Buenos Aires...
Aliás, acho mesmo que uma das condições para que uma cidade seja considerada verdadeiramente cosmopolita é ter uma Chinatown.
Lisboa, que é tão ou mais cosmopolita que qualquer uma dessas cidades, não podia deixar de ter o seu enclave chinês.
Ainda me lembro do Martim Moniz ter uma população predominantemente africana e indiana. Aí há uns anos, havia imensa gente que ia lá comprar uns cigarros indianos cujo nome já não me recordo.
Mas, tal como aconteceu em Manhattan, a população chinesa começou a ultrapassar as outras etnias. Em Manhattan, começaram a ocupar Little Italy que agora se resume praticamente a uma rua. Em Lisboa, tomaram conta do Martim Moniz desde o final da Almirante Reis. É difícil encontrar uma loja que não seja chinesa. Provavelmente, dentro de pouco tempo, dominarão completamente a zona.
Por isso mesmo, o Martim Moniz é a Chinatown de Lisboa. Lembram-se de trocarem o nome da estação de metro Baixa-Chiado por publicidade? Qual tal trocarmos o nome ao Martim Moniz? Mas só informalmente, do estilo, "Este Verão vai haver Outjazz em Chinatown". Não dá logo um ar super cosmopolita?

Sem comentários: