sábado, janeiro 31, 2015

As piores clientes do Mundo

Ontem li um artigo do António José Saraiva sobre a pior vendedora do Mundo:
http://sol.pt/noticia/123005
Hoje fui à Kiehl's do Chiado e lembrei-me deste artigo. Não por ter sido mal atendida, mas pela descrição das senhoras chatas que pediam para desarrumar metade da loja e saíam sem levar nada. Só que neste caso não era uma senhora. Era uma jovem que nem 30 anos devia ter, mas queria desesperadamente manter a mesma cara até aos 70. Enquanto pagava uns 3 artigos, perguntava por mais um creme, se era mais forte, se era mais hidratante, se era como o creme de olhos que ela tinha levado... A funcionária respondia, explicava, debitava todos os ingredientes de cada creme... e a fila atrás da menina mantinha-se imóvel.
E o calor insuportável dentro da loja fazia as restantes clientes perderem 1L de água à hora. Mas ela já tinha experimentado o creme xpto e não era hidratante... ou era demasiado hidratante... vá-se lá saber... E a fila desesperava. Respiro fundo e desabafo, entredentes, que nem com os cremes todos da loja, vai passar a ter a cara da Gisele Bündchen. Mas havia sempre mais uma questão sobre esse tema fracturante que é a hidratação.
E quando finalmente a jovem ritifóbica desampara a loja, as clientes à minha frente são atendidas e em menos de 10 minutos estou na rua.
Acho que a criatura chata é neta das senhoras descritas pelo António José Saraiva e ser uma pica-miolos no comércio é um problema genético.


Sem comentários: