sábado, fevereiro 14, 2015

Dia de S. Valentim

Ora hoje é Dia dos Namorados. Aquele dia em que (praticamente) todos os casais fazem o mesmo. Deve ser o dia menos original do ano. E eu não queria deixar de o assinalar.
Hoje, os restaurantes estarão cheios de casais porque todos têm de jantar fora no mesmo dia. Claro que os restaurantes aproveitam e muitos deles decoram a casa a rigor e fazem menus temáticos. Esses menus serão executados às três pancadas porque aqueles casais não vão voltar, a casa está cheia independentemente da qualidade dos pratos e, provavelmente, ainda vão inflacionar os preços.
Como este ano até calha ao fim-de-semana, vários hotéis estarão cheios de casalinhos que vão desfrutar dum pacote especial com jantar incluído, onde só existirão mesas de 2 pessoas e os pratos serão iguais para todas as mesas. Haverá champagne com frutos vermelhos e balões em forma de coração.
Compram-se perfumes, relógios e, graças às "50 Sombras de Grey", algemas, chicotes e parafernália afim.
Todas as marcas nos desejam um Feliz dia dos Namorados.
Nas redes sociais, os enamorados declaram o seu amor aos respectivos. Quem não está enamorado manda bocas porque, se tivesse namorado(a), estaria num desses restaurantes cheios de casais.
Mas sabem o que é que eu aprecio mais no dia de S. Valentim? A coerência. Aquela amiga que no ano passado fazia posts amargos e organizou um jantar de solteiras, este ano publica fotos com o mais-que-tudo com quem foi jantar fora. Parece que não é coerente? Aí é que se enganam... Assumidamente, esta jovem aprecia o dia dos Namorados e não o deixa passar em branco independentemente de estar solteira ou comprometida. Só a forma de comemoração é que muda!

Sem comentários: